Administração Municipal consegue aumentar o rating do município na avaliação da Caixa Econômica

27.06.2018 Anuncio rating Bragança

Após política austera adotada e saneamento financeiro, CEF reavalia condições da Prefeitura de Bragança Paulista que já conta com um crédito aprovado de 7,9 milhões de reais para a aquisição de equipamentos e máquinas.

 

Após assumir a cidade com a pior avaliação da saúde financeira dos últimos 5 anos, a Administração Municipal do Prefeito Jesus Chedid e do Vice Amauri Sodré adotou uma política austera e de saneamento financeiro do município a fim de recuperar a estabilidade e a capacidade de investimentos.

Como resultado dessa política, nesta quarta-feira (27/06) a Administração Municipal recebeu a notícia do Gerente Geral da Agência da Caixa Econômica Federal – CEF de Bragança Paulista, Antonio Carlos Ribeiro, que Bragança Paulista foi reavaliada e conseguiu aumentar o rating para a categoria ‘BB’ e que já possui uma linha de financiamento aprovada no valor de 7,9 milhões de reais para a aquisição de equipamentos e máquinas.

O Prefeito em exercício, Amauri Sodré, comemorou a notícia assim como a Secretaria Municipal de Finanças e toda a equipe da Administração que estava reunida na ocasião. O Deputado Edmir Chedid parabenizou o trabalho realizado e falou que segue em busca de recursos em diversas fontes do Governo para investimentos no município. Na oportunidade, ressaltaram o trabalho do vereador Paulo Mário na intermediação de reuniões junto à CEF e nos pedidos para a reavaliação da situação do município.

O rating é o indicador de que o Município tem saúde financeira suficiente para adesão aos programas de financiamentos junto ao Governo Federal e sua variação máxima é A. Sua apuração é sempre com base no ano anterior, e o histórico das Administrações anteriores indicaram os seguintes ratings: 2012 – sem análise; 2013 – C; 2014 – B; 2015 – C; e 2016 – D. A última análise, realizada com base no exercício de 2016, foi a pior dos últimos 5 anos, um indicador de que a saúde financeira do município se encontrava negativa ao final do exercício de 2016, ou seja, com mais dívidas do que arrecadação.

A Administração Municipal adota como meta a melhoria de todos os serviços à população que são apurados pelos indicadores fiscalizados pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), através do Índice de Efetividade da Gestão Municipal – IEG-M, da Auditoria Eletrônica do Estado de São Paulo – AUDESP, assim, como consequência desses trabalhos, a melhoria do indicador rating para buscar novos investimentos na cidade.

Fonte: DIMP/Bragança Paulista

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam