Agência Nacional das Águas (ANA) realizará seminário em Cambuí

Sobrevoo à bacia do rio Grande

Cambuí sediará, no dia 09 de agosto, um seminário regional do Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Grande.

O evento será realizado no Teatro Municipal. A iniciativa da é Agência Nacional de Águas (ANA) e dos Comitês das Bacias Hidrográficas dos Rios Grande (CBH Grande) e Sapucaí(CBH-Sapucaí). Serão promovidos 13 encontros em municípios das bacias afluentes, entre os dias 1º e 14 de agosto.

Em Minas Gerais, os seminários serão realizados em diferentes datas nas cidades de Lavras, Uberaba, Passos, São João Del Rei, Cambuí, Alfenas, Três Corações e Andradas. Os encontros em São Paulo acontecerão em Ribeirão Preto, Barretos, São José do Rio Preto, Franca e Campos do Jordão.

Durante os seminários serão apresentados o Prognóstico e o Plano de Ações do PIRH-Grande, documentos que apontam objetivos e metas de quantidade e qualidade das águas, levando em consideração as atuais e futuras demandas. Esses dois documentos compõem o plano de recursos hídricos da bacia hidrográfica e foram elaborados a partir de um amplo diagnóstico em que foram evidenciados os conflitos e problemas relacionados ao uso, à demanda e à disponibilidade hídrica em toda a área da bacia.

Dentre os principais conflitos identificados no diagnóstico podem ser citados: a degradação da qualidade da água, provocada pelas atividades industriais, minerárias, pelo lançamento de esgoto e mau uso do solo; erosão acentuada em toda a bacia; riscos de inundação; manejo inadequado do solo; escassez de pontos de monitoramento; e perdas no abastecimento de água em quase toda a extensão da bacia hidrográfica.

O Prognóstico do PIRH-Grande estimou quatro cenários para o uso das águas na bacia hidrográfica, a partir de critérios como o balanço hídrico, a identificação de áreas de conflito atuais e de potenciais conflitos futuros. Com base nos cenários propostos, o Plano de Ações pretende alcançar e manter a sustentabilidade hídrica e socioambiental da bacia e a sustentabilidade operacional do PIRH-Grande a partir de três componentes estratégicos, a saber: Instrumento de Gestão de Recursos Hídricos; Conservação dos Recursos Hídricos; e Governança.

Renato de Oliveira Aguiar – Presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Sapucaí

Fonte: Ascom – Prefeitura de Cambuí

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam