Após um ano de muito trabalho, Prefeito João Batista faz análise e comenta sobre projeções para 2020

O vice prefeito, Juliano Toledo e o prefeito João Batista visitando a avenida

O ano de 2019 se encerra de uma forma muito positiva para a cidade de Extrema, que se consolidou como a primeira economia do Sul de Minas, ultrapassando a expressiva Pouso Alegre em relação ao Produto Interno Bruto – PIB.

Em entrevista exclusiva para o jornal O Registro, o Prefeito João Batista afirma que, fazendo um balanço, este foi um ano de muitas conquistas. “Extrema recebeu um volume recorde de investimentos empresariais que dão emprego e oportunidades às pessoas”, comentou.

Um bom ponto para a atual gestão, que considera que as pessoas devem ser o foco principal de qualquer decisão. “Colocamos em mente que antes de cuidar da cidade, cuidaríamos das pessoas”, relembra João Batista sobre a decisão tomada junto ao Vice-prefeito Juliano Toledo ao assumir a Administração Municipal.

Para ele, não adianta investir em prédios se as pessoas sofrem na espera de uma cirurgia. “Para nós é mais importante investir no cuidado com os moradores do que numa obra de concreto.”

Mas isso não significa que os demais projetos ficam de fora do planejamento. Um dos setores que receberam atenção especial foi a educação. Apenas em 2019, a Administração Municipal entregou duas novas creches para a população, aumentando a oferta de vagas para mais crianças serem atendidas. Foram entregues também 32 mil peças de uniforme para 7.500 alunos da rede municipal, num investimento de R$ 900 mil.

E não para por aí, ao longo do ano, em obras, foram mais de 90 frentes de trabalho acontecendo ao mesmo tempo em todo o território do município, entre zona urbana e zona rural.

Mas para João Batista, entre tantas obras, a mais marcante foi a revitalização da praça. As duas primeiras fases da grande reforma prevista para o coração da cidade já foram entregues e surpreenderam. Cada detalhe foi pensado cuidadosamente e não deixou a desejar em nada.

O Prefeito pontua que, junto com o Vice Juliano, pensou em fazer desta gestão, uma gestão inovadora e com resultados. “A inovação está presente no uso de novas tecnologias, novos métodos e modelos de gestão, mas também, num olhar diferente para a Administração Municipal”, comenta.

Para ele, curiosamente, o pensamento de inovar trouxe a consolidação da cultura e da tradição, bem como o resgate do passado e da história da cidade. “Ações como o desfile de carros de boi, a realização do FESCAMPE, a valorização do homem do campo, a reforma das praças, tudo isso vem nos lembrar as nossas origens, porque uma cidade que não sabe de onde veio, não sabe para onde vai”, conclui.

A nova forma de gerir o município, aliando inovação e tradição, tem ressignificado a economia local e a transformado a qualidade de vida da população.

Em uma ação de política pública voltada à comunidade extremense, João destaca como exemplo o cuidado que a Administração tem tido ao apoiar a agricultura familiar. “Hoje 16 escolas do município servem 7.800 refeições por dia sendo que 60% dos alimentos são produzidos por famílias de agricultores daqui mesmo. Enquanto oferecemos uma alimentação de qualidade para as crianças, apoiamos de forma decisiva a agricultura familiar”.

A projeção para 2020 também é muito positiva, de acordo com a Prefeitura. Com a melhor gestão fiscal de Minas Gerais, conforme apontou o índice Firjan, Extrema fechou 2019 com quase R$ 100 milhões em caixa, dinheiro reservado para os investimentos do próximo ano, segundo João.

Apesar da falta de repasses e de uma economia ainda em recessão em todo o país, a cidade se atentou para o cuidado e a responsabilidade com o dinheiro público. “Em casa, a família sabe que se gastar mais do que ganha, vai passar por dificuldade. Na Prefeitura é a mesma coisa, se gastarmos sem responsabilidade vai faltar para o pagamento dos funcionários, do décimo terceiro ou de fornecedores. Fizemos um trabalho muito forte para gerar economia internamente. Implantamos formas de controle de gastos e economizamos em tudo. Assim sobrou mais dinheiro”, afirma João.

Perguntado sobre o que a população pode esperar para 2020, o Prefeito comenta que a atenção da Administração Municipal tem se voltado agora para a habitação.

“Este foi um ano de preocupação com o valor do alugueis. O rápido crescimento da população e a falta de oferta de imóveis fez os preços subirem muito. Então, buscamos grandes empresas do setor de construção civil e apoiamos os investimentos.”

De acordo com João Batista, no próximos anos, haverá a entrega de mais de 2 mil imóveis entre apartamentos e casas, visando aumentar a oferta para diminuir o custo de moradia.

O Prefeito acredita que 2020 será um ano de recuperação para a economia, já que a cidade terá empresas iniciando suas atividades durante todo o ano. “Os empregos devem surgir em maior quantidade, o que o país todo precisa muito. Também será um ano de muita entrega para a Administração Municipal, novas unidades de Saúde, escolas, associações de bairro, muita coisa boa para nossa gente.”

2019 foi um ano de trabalho intenso, mas muito positivo para Extrema. Reflexo disso, para João, são os feedbacks por parte da população. “Diariamente conversamos com as pessoas na rua, no gabinete, na igreja, ou em qualquer lugar que somos parados. É incrível a sensação de acolhimento, de carinho. As pessoas estão percebendo que vários serviços que nunca foram feitos, agora estão sendo realizados. Como o asfaltamento da estrada dos Forjos, um pedido de mais de 20 anos. É muito gratificante receber o carinho das pessoas”, finaliza.

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam