Aproveite a 54ª ExpoAgro para obter informações e melhorar a sua propriedade

Que tal ampliar seu conhecimento sobre Manejo de Pastagem e Sistema Silvipastoril durante visita à Festa do Peão 2019 de Bragança Paulista, no Posto de Monta? Reserve na agenda a tarde do dia 29 e confira essas e outras dicas sobre os benefícios do Manejo da Pastagem Ecológica para o gado, cabra e outras criações durante ação do Projeto Semeando Água.

A apresentação do Projeto Semeando Água será realizada entre 14h30 e 16h. Nesse período, produtores rurais vão conferir com Andrea Pupo, coordenadora de educação ambiental do Projeto, os motivos que tornam mudanças no manejo da pastagem tão estratégicas no Sistema Cantareira. Os benefícios vão muito além da propriedade rural, mas tudo começa no dia a dia do produtor.

Fabrício Rogério Castelini, integrante da equipe do Projeto Semeando Água na área de Manejo de Pastagem, revelará as práticas que são capazes de aumentar a produtividade e ainda contribuir para a melhor conservação do solo, com o aumento da fertilidade.

Interessados que passarem pelo local onde será realizada a ação do Projeto Semeando Água podem ainda preencher uma ficha (apenas com nome e telefone, e-mail se houver). Dessa forma é possível ficar por dentro dos próximos cursos que são gratuitos e contam com vagas limitadas. Toda a divulgação dos cursos tem início pelos contatos cadastrados no Projeto.

O público terá ainda a oportunidade de saber mais sobre a Iniciativa de Liderança e Capacitação Ambiental – ELTI (Environmental Leadership & Training Initiative) que prevê assistência técnica a projetos submetidos à instituição e aprovados. Para solicitar esse apoio é preciso ter participado de um dos cursos da ELTI, que no Brasil são realizados em parceria com o IPÊ – e na região do Sistema Cantareira dentro do Projeto Semeando Água. A ELTI é uma iniciativa da Escola de Silvicultura e Estudos Ambientais da Universidade de Yale (EUA), criada com o apoio generoso da Arcadia Fund – A charitable fund of Lisbet Rausing and Peter Baldwin. (Fundo Arcadia – um fundo beneficente de Lisbet Rausing e Peter Baldwin).

Resultados

Produtores rurais que já implementaram as mudanças conseguiram ampliar a produção e ainda eliminar uma série de problemas, como os carrapatos, por exemplo. Ricardo Troster, proprietário da Fazenda Santa Cruz, em Joanópolis (SP), revela os resultados obtidos com o manejo ecológico. “Notamos o aumento da capacidade de produção na mesma área. No nosso caso chegou a três vezes o número de animais e acho que dá para melhorar ainda mais. A principal motivação pode ser sim essa mais ‘egoísta’ de buscar o rendimento econômico, mas como consequência você vai produzir uma melhora muito grande para o meio ambiente”.

Para Miguel Uchôa, administrador da Fazenda Cravorana localizada em Piracaia (SP) os benefícios não deixam dúvida de qual é a melhor opção. “Já percebemos que com o manejo ecológico, cria-se um “colchão” do capim que nunca abaixa mais do que 15 cm. Ele amortece a chuva e permite que a água infiltre bem mais. Outra coisa que a gente já percebeu também é que existe um melhor controle de carrapato, baixando custos e mão de obra”.

Fonte: Projeto Semeando Água

Fabricio durante capacitacao_credito_comunicacao_projeto_Semeando_Agua

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam