Campanha alerta para prevenção do câncer de colo do útero

A Secretaria de Saúde promove, entre os dias 18 e 21 de março, a campanha de Saúde da Mulher, com foco na prevenção do câncer de colo de útero. A ação, que contará com a realização do exame papanicolau durante todo o mês, tem como objetivo a busca ativa das mulheres entre 25 a 64 anos e palestras para conscientização.

A saúde das mulheres necessita de cuidados cotidianos, como alimentação saudável, prática regular de atividades que promovam o bem-estar e, principalmente, visitas periódicas aos profissionais de saúde. Neste contexto, para algumas mulheres nas faixas etárias especificas, dois exames são de extrema importância: a mamografia e o preventivo do colo de útero. Ambos são capazes de detectar alterações específicas em fases iniciais ou o próprio câncer de mama e de colo de útero.

A prevenção primária do câncer de colo do útero está relacionada à diminuição do risco de contágio pelo papiloma vírus humano (HPV). A transmissão do HPV ocorre, principalmente, por via sexual, mas pode ocorrer por qualquer contato direto com a pele ou mucosa infectada. Na maioria das vezes, a infecção não apresenta sintomas, mas, se o caso já estiver em estágio avançado, pode ocorrer sangramento vaginal e dor pélvica.

Para se prevenir, é importante utilizar preservativo em todas as relações sexuais, cuidar da sua higiene íntima e realizar exame preventivo do câncer do colo de útero, que é ofertado pelo SUS nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). O SUS também oferece a vacina que confere proteção para quatro tipos de HPV. Essa vacina está disponível para meninas na faixa etária de 9 a 14 anos, meninos de 11 a 14 anos e para homens e mulheres de 9 aos 26 anos vivendo com HIV. Vale lembrar que, mesmo com a vacina, o preservativo deve ser utilizado em todas as relações sexuais, pois existem outros tipos de HPV que não estão cobertos pela vacina.

A mortalidade por câncer no colo de útero cresceu em torno de 21,6% na população feminina de Minas Gerais entre os anos de 2006 e 2017. O câncer no colo de útero ocupa a terceira posição na mortalidade por neoplasia nas mulheres brasileiras. Para que esse número abaixe, é importante que seja feito um diagnóstico precoce, pois significa uma maior chance de cura.

 

Fonte: ASCOM – Prefeitura de Extrema
ANÚNCIO_SAÚDE-DA-MULHER_web-700x500

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam