Daniel Dias se destaca em diversas competições desde o início de sua carreira esportiva

site-daniel-dias-medalha

DANIEL DIAS começou a destacar-se já em 2006, logo depois de participar e medalhar em várias etapas de circuitos de natação estaduais dos quais participou. Em São Paulo nesse mesmo ano, conquistando 3 medalhas na última etapa do Circuito Loterias Caixa Paraolímpico, atingiu a conquista de 20 medalhas em grandes competições, iniciando um currículo de vitórias que o levaria a todo o Mundo, representando não apenas uma localidade, mas o Brasil.

Ao participar das competições, Daniel enquadra-se na classe S-5. Essa classificação depende da avaliação do Comitê Paraolímpico com critérios a partir do grau de dificuldade de cada atleta, resumindo, quanto maior a dificuldade, menor a classe. Os atletas com mínima dificuldade intelectual, por exemplo, entram na classe S-12.

Nascido em Campinas em 24 de Maio de 1988, filho de Paulo Dias e Rosana, ele viveu toda sua infância e juventude em Camanducaia, onde estudou, desenvolveu curiosidade pela natação após apresentação ao esporte quando ia até São Paulo, na sede da ADD, inspirado também nas vitórias de Clodoaldo Silva. Desde a infância, com a ajuda de próteses, gostava de participar com os colegas, de partidas de futebol, de andar de bicicleta, e depois aprendeu a tocar bateria.

Em 2007, nos Jogos Para-Panamericanos realizados no Rio de Janeiro, no Parque Aquático Maria Lenk, ele quebrou recorde parapan-Americano dos 200 metros livre na classe S5. Depois, foram inúmeros outros recordes brasileiros, recordes sul americanos e mundiais.

Em todas suas grandes conquistas, após o Jogos do Parapan do Rio 2007, após as Paralimpíadas de Pequim em 2008 (quando tornou-se o maior medalhista brasileiro), após as Paralimpíadas de Londres em 2012, sempre foi recepcionado com muita festa e desfile em carro do corpo de Bombeiros ou da policia Militar pelas ruas de Camanducaia e Bragança Paulista.

Em 2009, Daniel Dias foi reconhecido como o melhor Atleta paraolímpico, recebendo em Londres o prêmio Laureus, que representa o Oscar do esporte Mundial. Até essa data apenas outros 3 brasileiros conseguiram tal feito, Pelé, Bob Burnquist e Ronaldo. Depois foi indicado e recebeu novamente o Laureus em 2013 e mais recentemente, em 2016, recebeu seu terceiro prêmio Laureus, nunca antes alcançado tantas vezes por outro brasileiro, consolidando sua brilhante carreira que sempre tem novo objetivo e desafio.

Em Novembro de 2012 Daniel casou-se com Raquel, e tem 2 filhos, Asaph e Danielzinho.

Nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, Daniel foi o grande destaque dos atletas paralímpicos brasileiros. Competindo na natação, entre as modalidades que mais prometia medalhas ao Brasil, ele fez o que já esperávamos e se consagrou o maior atleta paraolímpico mundial, conquistando no final dos jogos, um total de 24 medalhas em paralimpíadas.

Em 2014, através da criação do Instituto Daniel Dias, em suas atividades, começou a incentivar o esporte entre crianças e adolescentes. Seu pai, Paulo Dias, Diretor Presidente declarou em matéria ao Jornal registro: “Usamos a piscina da Prefeitura de Bragança, estamos com 40 alunos com deficiência física ou visual, são de Bragança, Atibaia, Pedra Bela e Amparo. Pretendemos ainda trabalhar com atletismo, ciclismo, tênis de mesa e bocha. O nosso lema é o Esporte como ferramenta de inclusão social”.

Atualmente Daniel voltou aos treinos e depois das merecidas férias após as Paralimpíadas do rio/2016, frequentemente é convidado para palestras em escolas e faculdades abordando o tema de superação, o que ele aproveita, já percebemos, para incentivar crianças e adolescentes na prática dos esportes e conquistas de seus sonhos.

Ao vermos as grandes conquistas dos nossos heróis paraolímpicos e particularmente o grande feito de Daniel Dias, a cada dia, mais pessoas vão tomando a consciência de que o Esporte Paralímpico deve ser tão respeitado quanto o olímpico., sendo uma adequação às necessidades de cada atleta, bem como a uniformidade do valor de uma medalha olímpica ou paraolímpica, pois todos são Atletas de alto rendimento, que mantém cuidados e preparação, com técnicos, médicos, nutricionistas, ou seja, uma grande equipe que trabalha em conjunto para atingir esse objetivo maior de representar o País.

Em dezembro de 2016, Daniel Dias esteve em Camanducaia para conhecer os participantes, entregar medalhas a todos e ser homenageado no 2º Festival Daniel Dias de Natação, organizado pela Secretaria de Esportes de Camanducaia. Daniel ainda recebeu no mesmo mês, do Governador Fernando Pimentel, o título de Cidadão Honorário do Estado de Minas Gerais, em reconhecimento à sua notável contribuição para o esporte paraolímpico.

Por: Alexandre Rodrigues

site-daniel-dias-olimpiadas

site-daniel-dias-e-família

site-daniel-em-camanducaia

site-daniela-dias-camanducaia-2

Crédito fotos: Alexandre Rodrigues

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam