Dengue e Chikungunya. O problema aumentou e a responsabilidade também!

DSC08233

No dia 12 de dezembro aconteceu na Escola Estadual Eduardo Amaral da cidade de Estiva a culminância do Projeto:  Água Fonte de Saúde e Doenças. Este trabalho deu início no mês de novembro nas salas de aula onde os alunos dos quintos anos participaram de palestras, assistiram vídeos e de maneira peculiar tiveram a oportunidade de sanar suas dúvidas de maneira bastante interativa. Após as atividades em sala foi proposto aos alunos uma competição com o objetivo de envolver as famílias dos estudantes no combate e prevenção a dengue e agora a febre Chikungunya e também menfatizar a importância do trabalho das Agentes Comunitárias de Endemias (ACE’s) e como prêmio  infundir o uso de camisetas do combate a dengue em forma de  uniformes escolares a serem utilizados na nova escola onde estão ingressando a partir do próximo ano letivo a Escola Estadual Conego Francisco Stella, assim acreditamos estar formando  jovens combatentes envolvidos na divulgação das ações mobilizadoras.

Após a entrega das atividades realizadas pelos alunos juntamente com seus familiares,  uma equipe analisou e  selecionou dois alunos que se destacaram de cada turma do 5º Ano A (professora Marilza), 5º Ano B (professora Maria de Lourdes), e 5º Ano C (professora Juliana); “foi a parte mais difícil tamanha criatividade e empenho de todos os participantes. É louvável o anseio das crianças por um ambiente saudável  livre de doenças” afirmou a supervisora do controle vetorial de Estiva, Elaine Clemente.  Os alunos receberam certificados e foram contemplados com um brinde especial contendo: alguns  materiais escolares, chocolate e a camiseta: ouniforme do combatente”.

Todos os estudantes tinham ciência que estavam participando de uma competição, todavia não faziam ideia de que após a entrega dos prêmios aos vencedores anunciamos a contemplação para os demais alunos que realizaram as atividades respeitando as regras e a data da entrega, ou seja, todos os participantes foram contemplados com o “uniforme dos combatentes” – que em gentil acordo com a direção da nova escola onde irão estudar, ressaltamos: Escola Estadual Cônego Francisco Stella a camiseta poderá ser usada como uniforme escolar.

Na oportunidade foi evidenciado os mais diversos relatos dos alunos apresentado nos trabalhos, bem como suas ideias e sugestões na busca de uma melhor qualidade de vida e uma cidade livre de doenças como a dengue e a febre Chikungunya. Houve também a entrega de folders e a apresentação das agentes de endemias a fim de facilitar o acesso das mesmas nas residências.

Foi uma verdadeira festa na escola! A aceitação e a alegria dos alunos em fazer uso de um uniforme diferenciado com a arte voltada para o combate a dengue numa linguagem jovem, fez a grande diferença. Mudar de escola com um uniforme novo já em mãos foi para os alunos motivo de orgulho. A parceria das escolas neste trabalho foi de grande importância para o bom êxito do mesmo. O envolvimento dos pais nas atividades realizadas pelos alunos foi bastante considerável, esperamos colher bons frutos. Há doze anos em atividades educativas de mobilização social posso afirmar com veracidade o bom uso do recurso e a imensa satisfação de ensinar e aprender com crianças, jovens e idosos; a educação ainda é a melhor “vacina” de conscientização.

Algumas crianças que não se sentiram motivadas a realizar atividades solicitadas e infelizmente não foram contempladas com as camisetas. Foi notório o arrependimento e a frustação, todavia se agíssemos diferente seríamos injustos com os demais que não mediram esforços; o projeto será estendido no próximo ano e com certeza os alunos terão novas oportunidades.

É válido ressaltar que a arte do uniforme foi elaborada pelos alunos do Colegial – turma: 1º Ano C TI (Tecnologia da Informação) da Escola Estadual Conego Francisco Stella, os mesmos também serão contemplados no início do próximo ano letivo, o evento será agendado. Trabalhar o mesmo projeto com escolas e faixas etárias diferenciadas foi um desafio que deu certo. O empenho e a aceitação dos alunos no uso dos uniformes e a parceria das entidades escolares são de extremo valor para as ações vigilância da saúde. O acordo firmado com a direção da Escola Estadual Cônego Francisco Stella em aceitar com que os alunos possam usar durante os dias letivos  a camiseta diferenciada que ressalta o combate a dengue nos encoraja na luta, pois temos a certeza de que não estamos sozinhos. Foi uma experiência fantástica que com certeza será expandida a outras escolas. A fim de evitarmos quaisquer agravos à saúde pública estamos abertos a novas ideias e sugestões nas ações de mobilização social. Junte-se a nós! O combate a dengue é responsabilidade de todos.

DSC08231

DSC08237

DSC08238

Fonte: Secretaria de Saúde de Estiva

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam