Faros d´Ajuda encerrará suas atividades

Faros

Faros d’Ajuda encerra suas atividades no canil municipal de Bragança Paulista. Manteremos as atividades no local até 26 de agosto.

Desde que iniciou suas atividades no canil municipal em 2006, a Faros d’Ajuda empregou cada ação e cada centavo particular em prol dos animais de rua desta cidade. Ano a ano, mês a mês, a Faros d’Ajuda contribuiu ativamente nas despesas do abrigo, com recursos que levantou com seu próprio trabalho e com doação de amigos e voluntários.

Mas, agora, já não temos mais condições financeiras de manter as despesas do local, que consome cerca de 40 a 45 mil/mês, se quisermos fazer um trabalho decente e diferenciado para os 450 animais que mantemos no local.

Aliado a isso, desde o início de 2017 temos sido alvo de calúnia e difamação por parte de antiga protetora desta cidade que vem se valendo de seu sobrenome político para nos tirar do local e reassumir suas antigas atividades de proteção no canil municipal. Recebemos inúmeras inspeções onde fomos acusados de maus tratos de animais, de realização de cirurgias grosseiras e improbidade administrativa.

Todos os laudos de autoridades que visitaram o abrigo para investigar as denúncias (Vigilância Sanitária, CRMV, Polícia Militar e outros) emitiram laudos positivos em nosso favor, nunca constatando maus tratos de qualquer natureza. Em nosso favor, a Promotoria Pública de Bragança Paulista arquivou denúncia da protetora relativa a desvio de dinheiro, pois apresentamos todas as prestações de contas com aprovação do Tribunal de Contas e balanços financeiros publicados em jornal. Ate mesmo por realizar bingo para arrecadar fundos fomos alvo de boletim de ocorrência.

Nós, fundadores e voluntários da Faros d’Ajuda, acreditamos que realizamos um trabalho de amor e respeito aos mais de 15 mil animais que passaram por nossas mãos nesses 13 anos de muito trabalho. Castramos mais de 13 mil animais e doamos mais de 10 mil. Também fomos a diferença para centenas de pessoas que buscaram (e ainda buscam) atendimento veterinário gratuito para seus animais na porta do abrigo. Construímos 41 canis no local, uma clínica equipada e um ParCão onde todos os dias temos a alegria de soltar os cães e vê-los correndo.

Apesar disso, não somos motivo de orgulho para os protetores desta cidade, que ora se organizam numa nova associação encabeçada por essa mulher, e nem parceiros de valor para a administração pública. Somos algo a ser combatido, apagado e contido.

Desejamos ardentemente que o novo grupo tenha força, comprometimento e garra para cuidar dos animais do abrigo e suportar as injustiças a que estarão expostos diariamente.

Esgotamos nossas forças e nossos recursos financeiros. Por isso, pedimos desculpas a todos e a cada um daqueles focinhos pela nossa incapacidade de continuar, mas sabendo que estarão em boas mãos.

Por: Marcia Davanso

NOTA OFICIAL - Esclarecimento quanto à Associação Faros d’Ajuda

A Prefeitura do Município de Bragança Paulista na missão de bem informar a População e, em especial, a comunidade protetora dos animais vem esclarecer o seguinte:

A Lei 4.535/16, autorizou o Município a celebrar Convênio com a Faros D’Ajuda com objetivo de assistência aos animais recolhidos pelas instituições, resgate de animais em situação de risco, promoção de assistência médica veterinária aos recolhidos e programa de castração e microchipagem de cães e gatos.

Para tal, desde então, o Município repassa à associação a quantia de R$ 240.000,00 (duzentos e quarenta mil reais) por ano, cede também 02 (dois) servidores, o local para funcionamento do canil e gatil, paga despesas com água e energia elétrica e faz a manutenção, cuja gestão do Convênio é da Secretaria do Meio Ambiente.

O prazo de vigência do Convênio é de 12 meses e foi celebrado em 29/07/2016, com possibilidade de renovação por até 60 meses em caso de não manifestaçãodas partes no sentido de finalização do termo.

Transcorrido o prazo dos 12 meses inicial do Convênio, não houve manifestação da Prefeitura e nem da FAROS D´ AJUDA no sentido do encerramento do mesmo, consubstanciando que tanto a forma quantos os valores estavam a contento das partes.

No dia 22/06, a FAROS D´ AJUDA protocolou junto à Secretaria do Meio Ambiente um ofício informando das dificuldades financeiras que a associação vem atravessando e discorreu sobre a incerteza quanto a sequência do trabalho diante da eminência da publicação de novo chamamento público.

Diante das ponderações da FAROS D´ AJUDA em seu ofício, o Secretário do Meio Ambiente solicitou uma reunião com a Presidente da associação, a qual foi realizada no dia 25/06, onde foi definido que a associação enviaria um relatório detalhado para apreciação do setor jurídico e financeiro do Município visando um possível aditamento nos termos do Convênio.

No entanto, no dia 27/06, a FAROS D´ AJUDA protocolou novo ofício solicitando o cancelamento do Convênio, fato que surpreendeu os administradores, eis que se aguardava uma providência para continuidade do trabalho e não um rompimento unilateral da parceria.

Quanto às fiscalizações efetivadas junto a FAROS D´ AJUDA, as mesmas fazem parte da obrigação da Prefeitura frente ao Convênio e também foram realizadas em razões de denúncia de munícipe, dentro de seu direito de cidadã, as quais foram consideradas improcedentes.

A Administração Municipal reconhece que a FAROS D´ AJUDA presta trabalho de relevância no Município e está tomando todas as providências no sentido de garantir os serviços oferecido a população visando o bem-estar animal, inclusive com a ampliação dos serviços já oferecidos e a implantação do SAMUVET e o CASTRAMÓVEL.

ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam