Lago da Hípica: reunião entre Prefeitura e Sabesp define início do desassoreamento

Na sexta-feira (10/01), em reunião com a Administração Municipal e Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp foram traçados os detalhes para a realização das obras para o desassoreamento do Lago da Hípica, pondo fim ao imbróglio instaurado na cidade há mais de uma década sobre o assunto.

Na ocasião, estiveram presentes o Vice-prefeito Amauri Sodré, os Secretários Municipais Aniz Abib Junior (Serviços), André Monteiro (Obras e Habitação), Alexandro de Souza Morais (Meio Ambiente), Jota Malon (Especial de Gabinete) e Darwin da Cruz Gonçalves (Administração). Representando a Sabesp estiveram:  Mario Alba Braghiroli – Tecnólogo superintendente, Luiz Fernando Pieroti – Gerente de setor; Cesar Fornazari Ridolpho – Gerente de Engenharia; e os engenheiros Fagner Sampaio de Sousa e Eduardo Conselheiro.

Em dezembro, a Sabesp realizou uma licitação para a escolha da empresa que realizaria as obras. Neste mês, os serviços de desassoreamento serão iniciados pela Sabesp. Caberá à Prefeitura a revitalização de todo o entorno transformando o local em um parque ao redor de todo o lago, com trabalhos de infraestrutura, equipamentos de lazer e paisagismo. Além disso, a Prefeitura fará a pavimentação das ruas que dão acesso ao local, como medida de contenção dos sedimentos e para evitar novo assoreamento do lago. A Secretaria do Meio Ambiente participará junto à liberação das licenças.

Segundo explicou o Secretário de Obras André Monteiro, no dia 21 de janeiro serão realizadas as licitações para realização das obras de entorno do Lago da Hípica.  Já o Gerente de Engenharia da Sabesp César Fornari Ridolpho falou sobre a obra e que o objetivo dessa reunião foi para que os serviços saiam a contento com a Prefeitura e a população.

10.01.2019 Reunião Sabesp (2)

Histórico do local

O local é objeto de uma batalha judicial iniciada com o Inquérito Civil inaugurado pelo Ministério Público em novembro de 2005, visando compelir os responsáveis a reparar os danos pelo assoreamento do Lago da Hípica.

Desde então, o Processo teve inúmeros andamentos, inclusive com acordos firmados e não cumpridos, o que resultou na sentença judicial, (13 anos depois) datada de 07/02/18, que julgou parcialmente PROCEDENTE a ação, para o fim de determinar que SABESP e PREFEITURA executem a recuperação do Lago da Hípica.

Fonte: SECOM – Bragança Paulista

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam