Operação “Alerta Vermelho” 2018 é realizada nos comércios de Extrema

31123416_2003408459924289_2626097967194439680_n

A ação acontece simultaneamente em todo o estado e pretende orientar os proprietários de edifícios sobre medidas de prevenção a incêndios e pânico

Na manhã desta quinta-feira, dia 26 de abril, o 3º Pelotão de Bombeiros Militar (BBM) de Minas Gerais, com sede em Extrema, deu início a Operação ‘Alerta Vermelho”. De acordo com o comandante, o Ten. Claudinei Teles Silva, o objetivo principal desta operação é orientar os comércios, indústrias e locais de atendimento ao público sobre as normas de segurança. Essa operação está acontecendo em todo Sul de Minas. O trabalho, de cunho meramente educativo, consiste em mostrar a importância da prevenção em estabelecimentos comerciais e espaços destinados ao uso coletivo.

Iniciada em Extrema, a operação também ocorrerá nas outras cidades atendidas pela instituição, mas posteriormente em datas determinadas. A ação, que terá caráter educativo/preventivo e visa esclarecer quanto à medida de proteção contra incêndio e procedimentos para regularização e licenciamento das edificações.

Em Extrema 08 bombeiros foram empenhados nesta ação, cuja meta é orientar os proprietários de edificações sobre medidas de prevenção contra incêndio e pânico.

A meta é visitar estabelecimentos com o objetivo de orientar proprietários dos comércios em questões de segurança contra incêndio e pânico de acordo com o que prevê a legislação estadual. Durante as vistorias educativas, equipes de bombeiros militares visitarão lojas mostrando o que é necessário para regularizar o local. Por se tratar de uma operação de caráter educativo, o objetivo é introduzir na sociedade uma cultura de prevenção.

“É importante saber que não é uma ação punitiva para a sociedade e sim de segurança, muitas vezes a loja, casa, departamento do vizinho pode ter algum dano e atingir o próximo”, disse o comandante.

De acordo com o Comandante Ten. Teles, os estabelecimentos comerciais não serão notificados ou multados. A intenção é orientar os cidadãos sobre como regularizar sua edificação junto ao Corpo de Bombeiros Militar. A ideia é que eles inspecionem os equipamentos de segurança, verifiquem se o acesso aos equipamentos está obstruído, ensinar os comerciantes a utilizar extintores, alarmes e iluminação e verificar a validade do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). As medidas básicas contra incêndio e pânico que as lojas devem ter são os extintores de incêndio e iluminação, sinalização e saída de emergência.

No ano anterior, a operação “Alerta Vermelho”, visitou 130 estabelecimentos e edificações, onde 121 estavam irregulares. Vale ressaltar que a operação visa a orientação para regularização do local quanto a segurança contra incêndio e pânico, e não uma ação punitiva. Somente em caso muito extremo poderá haver uma interdição do local.

No dia de hoje a ação da operação “Alerta Vermelho”, visitou os comércios das Ruas: Felícia Morbidelli, Algebíades Gilli, Pedro Alvarenga, e entorno da praça Itália.

31287397_2003408409924294_8648808255641878528_n31290275_2003408143257654_8744786828948668416_n31301484_2003408369924298_2715202088861696000_n31346667_2003408529924282_4181378927282880512_n31404136_2003408299924305_8674143189684191232_n

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam