Projeto Semeando Água promove Dia de Voluntariado

Funcionários da Petrobras e de outras empresas atuantes na região do Sistema Cantareira terão a oportunidade de somar esforços frente a um dos maiores desafios ambientais da região, o déficit de arborização. No próximo dia 13, em março, um grupo de voluntários colocará literalmente as mãos na terra durante ação que vai restaurar a partir da agroecologia sintrópica de frutíferas área contida em propriedade de um pequeno produtor rural de Nazaré Paulista/SP. A ação integra o projeto Semeando Água, uma realização do IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas, com patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental e Governo Federal.

Os interessados em participar devem preencher o formulário:  http://bit.ly/diadevoluntariado. Como as vagas são limitadas, os inscritos receberão e-mail confirmando a participação.

Alexandre Uezu, coordenador geral do Projeto, comenta com entusiasmo sobre a iniciativa. “A formação desse grande grupo veio em boa hora, com ele vamos dar início ao plantio na propriedade do Sr. Ernani Barbosa, que recentemente aderiu ao projeto. Com a ação em março, as mudas ainda conseguem aproveitar o fim da temporada de chuva, o que contribui para o desenvolvimento”.

Para Katia Ferreira, gerente de Programas Ambientais da área de Responsabilidade Social da Petrobras, o plantio está repleto de significados. “Iniciativas como essa permitem às pessoas que vivem e trabalham na região conhecerem de perto a realidade local por meio de uma ação de voluntariado. Além da satisfação pessoal, o engajamento contribui para uma série de benefícios nas esferas sociais, ambientais e econômicas, que ultrapassam os limites da propriedade”.

O plantio que será realizado com os voluntários marca o início de uma nova fase do Sítio da Laje, em Nazaré Paulista, revela o Sr. Ernani. “Na propriedade cultivo orgânicos, mas menos de 10% da produção é de frutas. Legumes e folhas representam a quase totalidade dos alimentos. Há tempos pretendo aumentar a quantidade de frutas para ampliar a renda e ter essa oportunidade pelo projeto realizado pelo IPÊ será muito interessante”.

Há cerca de 25 anos, Ernani vem observando as frutíferas que melhor se adaptam à região. “Acerola e nectarina já produzimos em quantidade, bem bonitas e bem doces. Laranja, limão e noz macadâmia também vão bem”, comenta o proprietário enquanto valida a informação com Georgina Moraes de Jesus, que cuida do dia a dia do sítio em especial dos cultivos.

Georgina que há 30 anos vive na região também faz as mudas para o viveiro da propriedade. “No momento, estou com mudas de figo e acerola, fiz as mudas da acerola com estacas”, revela com entusiasmo. Segundo o Sr. Ernani, a vivência e a sabedoria de Georgina são fundamentais para o dia a dia na propriedade. “Ela é uma enciclopédia viva em relação aos conhecimentos sobre a biodinâmica da floresta original, predominante em mais de 70% da área do sítio e de suas características terapêuticas, em especial no manejo da horticultura orgânica”, complementa.

Conhecimento é fundamental

Durante a iniciativa, o grupo vai adquirir as informações necessárias sobre o plantio a partir dos conceitos da Agroecologia Sintrópica com Karin Hanzi, do Epicentro Dalva, especialista no assunto e parceira do projeto Semeando Água. “A agrofloresta é uma alternativa capaz de recuperar o solo e garantir tanto diversidade de alimentos ao produtor quanto aumento na renda. Quando trabalhamos com agroecologia reconhecemos que as plantas têm necessidades diferentes entre as espécies e que isso muda a cada ciclo. Em relação às frutíferas, por exemplo, flores precisam de sol enquanto as frutas necessitam de sombra e precisamos realizar esse manejo para garantir as melhores condições em cada fase da planta”, revela.

Nesse contexto, trabalhos voluntários têm um potencial imenso de transformação que vão além dos resultados, como revela Andrea Pupo, coordenadora de educação ambiental. “Essas atividades possibilitam aos interessados conhecerem de perto outras faces da mesma realidade. A restauração florestal na propriedade do Sr. Ernani trará entre uma série de benefícios, a maior absorção da água da chuva pelo solo, o que literalmente chegará até a represa e assim à população beneficiária desse Sistema”.

Serviço:

Dia de Voluntariado Empresarial
Data: 13 de março de 2019 - 09:30 às 14:00
Onde: Propriedade rural em Nazaré Paulista e no IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas
Mais informações: semeandoagua-com(@)ipe.org.br%5Ch /
WhatsApp: 11 97297-3516

Programação

Período da manhã: prática de plantio com Agroecologia Sintrópica em propriedade rural na região do Sistema Cantareira.

Período da tarde: apresentação do projeto Semeando Água e dos conceitos da Agroecologia Sintrópica.

Mais informações à imprensa:
Cibele Quirino
E-mail: semeandoagua-com(@)ipe.org.br%5Ch / 11 97297-3516
Capacitação em Agroecologia com Karin Hanzi dezembro de 2018_1

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam