Realizada palestras de combate ao câncer de mama em diversas UBS de Camanducaia

44271253_897860273750679_5208794276250517504_n

A UBS Dr. Francisco de Souza/ESF Cruzeiro realizou, nesta quinta-feira, uma tarde dedicada ao combate do câncer de mama. Os pacientes presentes tiveram palestras sobre a doença e como preveni-la. Também puderam aprenderem a fazer o autoexame da mama e assistiram depoimentos de pessoas que conviveram com tratamento deste tipo de câncer.

A UBS Dona Afonsina da Silva Souza/ESF São Mateus realizou, nesta semana, uma manhã reservada para as mulheres do Distrito. A ginecologia, Dra. Tonia Duarte, falou a todas sobre a importância da prevenção do câncer de mama e do câncer de colo de útero. Além da conscientização, as mulheres presentes também puderam tirar dúvidas sobre a doença.

A ESF Monte Verde, em parceria com o Instituto Albert Rodrigues, realizará no próximo dia 31 de outubro diversas ações para conscientizar e informar as mulheres de Monte Verde sobre o câncer de mama. O evento começará às 09h com uma caminhada da ESF até a o Instituto, na Praça da Bíblia, onde um delicioso café da manhã será servido. As mulheres também terão um espaço reservado para cuidar da estética, além de poder assistir palestras e participar de sorteios de brindes.

O câncer de mama é o resultado do crescimento descontrolado de algumas células do nosso corpo, que começam a se multiplicar sem parar e formam o tumor maligno. Se a doença demora para ser descoberta e tratada, esse tumor cresce cada vez mais e pode levar a pessoa à morte.

Atinge principalmente mulheres acima de 40 anos, mas também pode aparecer nas mais jovens. As mulheres entre 50 e 60 anos são as mais atingidas. Não há um motivo determinado, mas alguns fatores contribuem para as chances de a doença aumentar, como a filha, mãe ou irmã ter apresentado câncer de mama antes dos 50 anos ou, em qualquer idade, câncer nas duas mamas ou de ovário.

O câncer de mama tem 95% de chance de cura, se descoberto no início. A mamografia é um raio-x das mamas, com uma radiação muito baixa, que não faz mal algum. Ela não dói quase nada, se a mulher esperar para fazê-la uma semana depois do último dia de menstruação. É ela que consegue descobrir a doença muito no início, o que faz com que as chances de cura sejam de quase 100%. Toda mulher deve fazer, mas é o médico quem determina quando é o momento para começar a fazer o exame como rotina. Procure sua UBS!

44273510_898240247046015_5943785411070394368_n44281364_898240250379348_680384486826835968_n44307018_898240290379344_410906341616386048_n44402466_897860280417345_1985474810125221888_n

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam