Pouso Alegre é a única cidade do Sul de Minas autorizada a oferecer exame PET/CT para detecção de câncer

pet-orsm-site

Pela segunda vez a cidade recebeu a autorização do Ministério da Saúde para a oferta do procedimento que beneficia toda a região

 Pouso Alegre novamente foi contemplada pelo Ministério da Saúde para oferecer pelo Sistema Único de Saúde (SUS) o exame de PET/CT, sendo a única cidade do Sul de Minas a ofertar o procedimento, que visa detectar precocemente alguns tipos de câncer, beneficiando os pacientes para um melhor tratamento da doença. Os municípios com demanda do exame devem encaminhar o pedido para a Secretaria Municipal de Saúde de Pouso Alegre.

A determinação foi dada pela Portaria nº 611, de 25 de maio de 2016, alterando para o dia 31 de dezembro de 2016 a geração de Série Histórica, para entender a demanda do exame no município e região, e, a partir disso, liberar definitivamente.

A conquista foi possível com o empenho da Secretaria Municipal de Saúde de Pouso Alegre, após o Ministério da Saúde publicar a Portaria nº 1.340, de dezembro de 2014, incorporando o procedimento na tabela do SUS, para que os municípios interessados se organizassem para ofertar o exame. Pouso Alegre demonstrou interesse e deu encaminhamento ao processo. O procedimento foi oferecido entre novembro a dezembro de 2015.

O financiamento do exame é do Governo Federal, por meio do Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (FAEC). A partir da geração da Série Histórica, os procedimentos passarão a ser oferecidos pelo Bloco de Financiamento de Média e Alta Complexidade, do Ministério da Saúde. O SUS pagará R$ 2.107,22 por cada exame.

O PET/CT
O procedimento é considerado o tipo mais avançado para detecções de câncer. O PET é um tipo de tomografia por emissão de pósitrons, uma modalidade de diagnóstico por imagem, que permite o mapeamento de diferentes substâncias químicas no organismo. O PET/CT é a junção deste equipamento a um tomógrafo computadorizado. Com a união de duas modalidades de imagens bem estabelecidas em um só exame, conseguindo definir o metabolismo celular e delimitar a anatomia, o que facilita para os especialistas na escolha do melhor tratamento.

Devido à composição de material radioativo, os pacientes precisam passar por um tipo de preparo antes do exame, recebendo orientação da Secretaria Municipal de Saúde. O procedimento deve ser autorizado, conforme os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, para a avaliação do câncer de pulmão com possibilidade de tratamento cirúrgico, do câncer de cólon (tumores no intestino), associado à metástase hepática, com possibilidade de tratamento cirúrgico e avaliação de linfomas antes, durante e após o tratamento.

O laudo deve ser preenchido pelo médico especialista em formulário próprio, para Autorização de Procedimento de Alta Complexidade (APAC), conforme determinação do Ministério da Saúde.

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam