119 anos de Extrema: cidade enfrenta os desafios de 2020 com determinação e responsabilidade

Conhecida como o Portal de Minas, a cidade de Extrema comemorou na última quarta-feira, 16, 119 anos de emancipação político-administrativa. O município, que faz divisa com o Estado de São Paulo e liga as grandes metrópoles São Paulo e Belo Horizonte, vem, cada vez mais, se destacando social e economicamente.

Extrema está localizada às margens da Rodovia Fernão Dias, principal via de acesso SP/MG, que liga as cidades de Contagem/MG e Guarulhos/SP. Passam pela BR-381 cerca de 250 mil veículos por dia, de acordo com dados da concessionária responsável, Arteris.

Por sua localização estratégica e desenvolvimento acelerado, o município vem recebendo atenção de todo o país e figura posição entre os maiores PIBs do Estado de Minas Gerais e do Brasil.

Além de atrair migrantes de todo o país, Extrema se tornou um polo industrial e recebe olhares de investidores e empreendedores de todos os segmentos. De acordo com informações da Prefeitura, em 2019 a cidade contava com mais de 8 mil CNPJs ativos, sendo que o setor industrial somava quase 400 estabelecimentos.

Grandes nomes como Ambev, Bauducco, Kopenhagen, Panasonic e Multilaser, além de organizações do setor de e-commerce, como Netshoes, Centauro e Dafiti, são algumas das empresas que escolheram o município, trazendo, além de investimentos, mais empregos e oportunidades.

Com cerca de 36 mil habitantes, a cidade de Extrema tem se valido de todo o cuidado possível com os cidadãos. Ao mesmo tempo em que enfrenta a pandemia de Covid-19, tratando-a, realmente, como uma crise de saúde pública, o município busca se manter ativo nas demais pastas da Administração Municipal.

extrema

Um ano de desafios

O poder público municipal acredita que todos os anos têm suas questões e suas particularidades. E no ano de 2020 não seria diferente. “Todos os anos têm seus desafios, já vivemos a greve dos caminhoneiros, agora a pandemia, e, mesmo assim, Extrema segue firme vencendo cada um”, afirma o Prefeito Municipal João Batista.

Em relação ao enfrentamento à pandemia de Covid-19, uma das primeiras medidas tomadas na cidade foi buscar orientações de uma equipe de profissionais da Secretaria de Saúde, com o apoio do Dr. Enis Donizette Silva, que, segundo a Prefeitura, conta com a experiência de 30 anos em grandes hospitais de São Paulo.

Além disso, toda a estrutura da Atenção Primária da saúde foi organizada de forma a identificar, isolar e monitorar os pacientes o mais cedo possível, evitando que os casos se agravassem. Extrema ainda foi uma das primeiras cidades da região a criar o serviço de teleatendimento através do aplicativo de mensagens WhatsApp.

Na outra ponta, o município se preparou para um cenário difícil. “Investimos na compra de respiradores, monitores cardíacos e outros equipamentos e suprimentos necessários ao atendimento. Aceleramos a finalização da obra do Hospital Municipal que já foi inaugurado e ganhou uma ala pediátrica 24 horas.”

Outra ação que foi tomada desde o começo na cidade foi o investimento em testes. “Aprendemos com outras cidades que tiveram sucesso no enfrentamento que os testes são muito importantes. Então, enquanto o Estado de Minas vem fazendo 10,54 testes a cada mil habitantes, Extrema vem fazendo 164,58 testes a cada mil habitantes”, afirma o Prefeito.

Há alguns dias, as equipes de saúde ainda deram início a um trabalho de mapeamento e identificação dos casos, com a testagem em massa. As equipes estão visitando casa a casa e cerca de 20% da população será testada. A meta, de acordo com a Administração Municipal, é identificar o mais precocemente as pessoas infectadas e tratá-las antes de haver complicações, reduzindo o número de internações e, consequentemente, o número de mortes.

Produtividade

Mas apesar desses desafios impostos pela pandemia, João Batista afirma que o ano tem sido produtivo, tendo sido entregues obras de grande importância. “Entregamos obras importantes para a população, como as quatro novas Unidades de Saúde (Forjos, Salto, Matão e Furnas), além do Hospital Municipal que ganhou uma ala pediátrica, um pedido antigo das mães.”

Além disso, a Administração Municipal destaca que o município vai no sentido contrário da crise no que concerne à geração de empregos. “Enquanto a maior parte das cidades hoje discute as demissões, Extrema enfrenta a crise criando empregos”, pontua o Prefeito. “Também acompanhamos atentos as atividades das empresas, porque muitas paralisaram e, com isso, a arrecadação da Prefeitura caiu. Foi preciso cuidado para manter as atividades, sem perder o controle do orçamento.”

Perspectivas e o “novo normal”

Com todo o transtorno gerado pela pandemia, a Administração Municipal acredita que será um ano de aprendizado, de entrega e de reinvenção. “O “novo normal” já está aí, todos estamos com novos hábitos, novos cuidados e descobrindo uma nova forma de convivência. A pandemia vai passar, mas estes aprendizados, acredito que serão mantidos. Vamos seguir fazendo mais com menos, valorizando ainda mais as relações com a família”, finaliza o Prefeito”.

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam