1º Encontro de Empreendedorismo Feminino é sucesso em Extrema

Iniciativa nasceu na Associação Comercial e deu origem a ACIEX Mulher

Quem imaginou que o 1º Encontro de Empreendedorismo Feminino de Extrema seria um muro das lamentações se enganou muito. Em meio a muita conversa e troca de experiências, as empreendedoras do município foram atrás de bons negócios e oportunidades de crescimento.

Realizado no Cineteatro, na última terça-feira (29), o Empreenda, Mulher reuniu mais de cem empreendedoras de diversos setores e portes com dois objetivos: lançar o Núcleo ACIEX Mulher e estimular a criação de oportunidades em conjunto.

De acordo com uma pesquisa do Monitor Global de Empreendedorismo, que estuda o movimento no Brasil e no mundo, as mulheres empreendedoras correspondem a 24 milhões, do total de 52 milhões que empreenderam em 2018.

Apesar disso, o estudo de 2018 mostra que o número de homens (41,7%) foi maior em 2018, quando falamos de “empreendedores estabelecidos”, o percentual de mulheres foi de 34,4%. Quando falamos de empreendimentos iniciais, no ano de 2018 foram 18,5% dos homens e 17,7% de negócios aberto por mulheres.

Segundo um relatório especial produzido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), em março deste ano, apesar de ser metade das empreendedoras no país, as mulheres empreendem mais por necessidade (44% frente a 32% dos homens), ganham 22% menos que os homens (mesmo tendo 16% mais escolaridade) e são maioria nos setores de alimentos, vestuário e beleza. Nas áreas mais inovadoras, como tecnologia da informação, a mulher ainda perde um espaço significativo para o público masculino.

Desafios como a extensa jornada de trabalho para cuidar dos filhos e da casa, dificuldade no acesso à linhas de crédito ainda são obstáculos a serem vencidos. Para compartilhar experiências, as organizadoras do evento Andréia Carvalho e Jéssica Ferreira, ambas empreendedoras e membros da diretoria da ACIEX, convidaram as empreendedoras Maristela Monteiro e Dariane Resende.

“Maristela e Dariane foram de uma generosidade enorme, compartilhando suas histórias, contando os desafios e motivando que ainda está no começo da jornada. Só temos a agradecer!” comentou Jessica Ferreira.

Outra iniciativa foi ouvir das empreendedoras quais as principais necessidades em qualificação. Numa enquete online com o resultado instantâneo já foi revelado que a prioridade é melhorar os controles financeiros dos negócios.

“Demos o primeiro passo, agora é manter o grupo unido em reuniões mensais que vão fortalecer os vínculos e proporcionar uma maior troca e surgimento de oportunidades. O próximo encontro será no dia 26 de novembro, às 19 horas na sede da ACIEX”, reforçou Andreia Carvalho.

A empreendedora e vereadora, Telma Maciel, lembrou do projeto Mulheres Valentes e de como o fortalecimento das redes de apoio pode mudar a trajetória de muitas mulheres. “Precisamos seguir unidas, de mãos dadas, ajudando umas as outras para que todas tenham chance de uma vida melhor”.

Já a veterinária e empreendedora, Karina Rubin, falou da importância de “não esquecermos os desafios vencidos até aqui. A conquista do direito de estudar, do voto e das oportunidades profissionais. A criação de movimentos tão fortes em Extrema é um exemplo de que as coisas estão mudando para melhor. Todas as participantes estão de parabéns!”, finalizou.

A empreendedora e vereadora, Telma Maciel lembrou do movimento Mulheres ValentesDe forma muito descontraída importantes lições foram compartilhadasA veterinária Karina Rubin falou da importancia do movimento

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam