5 tecnologias que aumentam a segurança no trânsito

Tecnologia e segurança devem andar alinhadas quando o assunto é caminhão. Com os avanços tecnológicos, montadoras e empresas especializadas em segurança cada vez mais encontram soluções que aumentam a segurança do motorista no dia a dia. Pensando nisso, listamos 5 tecnologias que aumentam a segurança no trânsito.

Alerta de saída de faixa

Essa tecnologia está presente em caminhões de montadoras como a Mercedes-Benz e Volvo Trucks. Ela serve para evitar acidentes em caso de sonolência ao volante.

Funciona assim: se o veículo sai da faixa de rodagem sem dar seta, o sistema emite um alerta sonoro para chamar a atenção do condutor. Sair da faixa sem dar seta geralmente acontece quando o motorista está desatento ou caindo no sono ao volante.

Assistente de frenagem de emergência

A frenagem de emergência basicamente freia o caminhão antes que este colida com o veículo da frente. Como o sistema faz isso?

Com o uso de sensores, o sistema sabe a distância mínima segura em que o caminhão deve estar do veículo da frente. Caso o limite de distância segura seja ultrapassado, inicialmente um aviso sonoro e/ou luminoso é acionado. Se mesmo assim o condutor não frear o caminhão, a frenagem de emergência é acionada e o veículo é parado.

Assistente de partida em rampa

O sistema garante que o caminhão ou ônibus, mesmo sem o pedal de freio acionado, se mantenha estável em declives enquanto o motorista dá partida.

Por serem veículos pesados, mesmo um motorista experiente corre o risco de deixar o caminhão ou ônibus escorregar em uma ladeira. Por isso, o assistente de partida em rampa dá uma segurança a mais para o condutor na hora de dar partida em uma ladeira íngreme.

Cinta de amarração de carga

Hoje, a legislação proíbe o uso de cordas para amarração de cargas. As cordas devem ser usadas apenas para amarração de lona. Para a carga, o indicado é usar cintas ou cabos específicos para isso.  Para garantir a segurança, esses cabos não podem estar diretamente ligados à carroceria de madeira para evitar desgaste das estruturas. Hoje, é necessário instalar fixadores metálicos nas carrocerias de madeira.

Segundo a PRF, a medida é para dar mais segurança. “Você vê a estrutura da corda, com o uso ela vai soltando, ela é muito flexível. Com o tempo, o próprio atrito com a carroceria, com parafuso, com partes mais rígidas. Quando arrebenta, a carga fica toda vulnerável. Aí é a hora que a gente corre risco do acidente, uma caixa cai”, explicou ao G1 o inspetor Jander Costa.

Freio ABS

O sistema ABS, que vem do termo “Anti-lock Braking System”, que em tradução livre significa Sistema de Travagem Anti-bloqueio, evita que a roda bloqueie e derrape quando o pedal do freio é acionado com força. Dessa forma, evita perda de controle do veículo. Hoje a maioria dos veículos possui freio ABS.

Na hora de conduzir o veículo, o motorista provavelmente não vai perceber nenhuma diferença entre o freio com e sem ABS ao usá-lo em situações comuns. Porém, em caso de frenagem de emergência, situações em que as rodas estão no limite de travarem, o condutor pode sentir uma forte vibração e ruído no pedal de freio, caso esteja dirigindo um veículo com ABS.

Fonte: Trucão com Pé na Estrada

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam