Atleta de Santa Rita se destaca em competições de Triathlon

taina_esporte2  taina

Em entrevista ao Jornal O Registro a atleta e música Tainá Desidério, 18 anos, de Santa Rita do Sapucaí contou sobre sua carreira no esporte, seu início, o acidente e toda sua trajetória de desafios e conquistas.

Quando você iniciou sua carreira no esporte? Meu vínculo com o esporte vem desde sempre, já joguei vôlei, futebol/futsal, basquete, tênis e a natação que vem desde o princípio de tudo, pois meu pai sempre me motivou a nadar e ele foi quem me ensinou os primeiro passos na piscina de uma faculdade que ele trabalhava aqui em Santa Rita do Sapucaí.

Quando você começou a competir? Meu início nas provas de Triathlon e variantes (Aquathlon/Duathlon/Biathlon) foi no começo de 2009. Meus principais títulos foram o de Campeã Brasileira de Aquathlon-BH , Campeã do Gatorade Biathlon Séries,  realizado pela TH5 Eventos no parque aquático WET’N WILD e Vice-campeã paulista de Aquathlon de 8 etapas no litoral Paulista (Peruíbe, Itanhaém, Mongaguá, Guarujá, Santos, Bertioga, São Sebastião e Ubatuba). Entre várias outras provas.

Em 2010 fui Campeã de uma das provas de Triathlon Aventura mais difíceis do país o X-terra,  que aconteceu na cidade de São Lourenço-MG na Estrada Real.

Tainá relembra que mesmo tendo quebrado um dedo no dia anterior à prova participou mesmo assim da competição e foi campeã na categoria. Uma prova de resistência que realizou em 3h e 33 min. Participou também do Campeonato Brasileiro de Aquathlon no Rio de Janeiro, ficando em 3º lugar e começou  a fazer o Troféu Brasil de Triathlon o qual venceu todas as 3 etapas até o dia do acidente.

Como foi o seu acidente? Sofri o acidente no dia 21/09/10, sai para pedalar com minha equipe na rodovia BR 459 que liga Santa Rita à Pouso Alegre, eu fiquei pra trás do meu ex-técnico Rodrigo Barboza e do pessoal da equipe que estava junto foi quando eu resolvi voltar para Santa Rita e o caminhão conduzido por um senhor de 82 anos que dormiu ao volante invadiu o acostamento e me atropelou.

A atleta teve a bacia deslocada, o que a deixou temporariamente paraplégica, quebrou 2 vertebras (l3 e l5) , teve várias complicações e lesões pelo corpo todo, inclusive queimaduras pelo forte impacto com o asfalto. Ficou internada por longo período até total recuperação. “Tive melhora graças ao cuidado do meu ortopedista Dr Jorge Toledo Rennó que cuidou de mim com TODO cuidado, auxílio, atenção e precaução e ainda até hoje…”, comentou.

Quando você voltou a competir? Em 2011 voltei a disputar provas de Triathlon no Troféu Brasil (750mts swim/20km bike/5km Run), foi um recomeço muito doloroso, difícil mas superado, voltei a treinar já com outro técnico o eleito a melhor técnico de Triathlon do Mundo Glédison Rocha que hoje é um anjo pra mim, sempre apoiando e mesmo estando na Itália agora fazendo um curso pelo Comitê Olímpico está sempre por dentro de tudo e prestando todo apoio necessário.

Os anos de 2011, 2012 e 2013 foram os mais difíceis na minha carreira porquê eu estava me preparando pra voltar com tudo , fui campeã de várias provas únicas de corrida principalmente dentre outras de Triathlon. Já 2014 começou diferente, novos planos, metas e provas. Em fevereiro fui 5° colocada no Triathlon Internacional de Santos que reuniu atletas de várias partes do mundo, e iniciei nas distâncias olímpicas (1,5 swim/40bike /10run) no Troféu Brasil , logo na primeira etapa fui Campeã da Categoria 15 a 24 anos.

 E agora quais são os seus projetos? Neste domingo 01/06 será a 2° etapa do Troféu Brasil de Triathlon na USP-SP que é a mais difícil pelo frio. Depois da USP tenho ainda 2 provas antes do Ironman 70.3 Miami , as quais serão o Campeonato Brasileiro de Triathlon Longa Distância (1,9km swim/80km bike/21km run) em AGOSTO/ João Pessoa-PB e a 3° etapa do Troféu que será em Setembro. Outubro vem o IM Miami e depois meu calendário será adaptado.

Além de atleta a jovem Tainá encontra tempo para se dedicar a música. Toca bateria, guitarra, baixo, violão e canto.

Tainá Desidério é evangélica e diz que dedica tudo o que tem conquistado até hoje a Deus.

“Se tivesse que dedicar tudo pra alguém eu dedicaria TUDO para Deus que é meu maior bem e se eu estou aqui hoje, é graças a ELE!”, salientou.

Parabéns a esta jovem atleta que apesar dos obstáculos, se dedica cada vez mais ao esporte, e a música vencendo todas as etapas de sua vida.

 

No último dia 01/06, a atleta participou da 2° etapa do Troféu Brasil de Triathlon, em São Paulo e conquistou o 1º lugar na categoria olímpico 15 a 24 anos. Mesmo com o ombro distendido, a água gelada, as fortes dores e usando apenas um braço para finalizar a prova, a guerreira atleta conseguiu mais esse título em sua carreira.

Agora a atleta se prepara para as próximas provas.

 

O Jornal O Registro está apoiando está jovem mineira que está levando o nome do país, do estado e da sua cidade para o mundo.

Interessados em patrocinar a jovem atleta Tainá Desidério entrar em contato no telefone: (35) 9862-1759.

 


(Por Patrícia Tampelli)

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam