NAEPE realiza mais de 1000 atendimentos aos estudantes USF

O NAEPE (Núcleo de Atenção Educacional e Psicológica para Estudantes) foi implantado no 1º semestre de 2020 e tem como objetivo proporcionar atendimento psicopedagógico aos discentes da USF com dificuldades no âmbito do processo ensino aprendizagem, garantir o apoio didático-pedagógico e acessibilidade aos discentes com deficiência física ou mobilidade reduzida, de modo a auxiliá-los a participar ativamente das atividades acadêmicas e atendimento psicológico breve.

Durante o momento atual de pandemia, o NAEPE desempenha um papel fundamental durante o período de atividades remotas. Seja com oficinas, plantões psicológicos e psicopedagógicos, acolhimento psicológico e acompanhamento direto com os estudantes com necessidades educativas especiais.

O Pró-Reitor de Ensino, Pesquisa e Extensão (PROEPE), professor Dilnei Lorenzi, ressalta a importância do Núcleo no momento atual. “O NAEPE auxilia na garantia do bem-estar do estudante, com atenção aos aspectos emocionais e educacionais de forma humanizada, alinhada com a missão franciscana. Em menos de um ano de criação foram realizados mais de 1000 atendimentos, o que só ressalta a importância e relevância do núcleo no ambiente universitário”, afirmou o Pró-Reitor.

Programa Acolhe que proporciona atenção à saúde mental dos estudantes por meio de intervenções psicológicas de modalidade breve, como: plantão e acolhimento psicológico para situações de crise e ou risco. Até o momento foram realizados mais de 300 atendimentos, entre plantões e sessões de acolhimentos. Foram ofertadas 10 oficinas de saúde mental contando com a participação de mais de 200 estudantes.

Programa Estimula auxilia no desenvolvimento educacional dos estudantes por meio de oficinas de capacitação e desenvolvimento educacional, como: hábitos de estudos, estratégias de aprendizagem e orientação à carreira. No segundo semestre já foram realizadas mais de 200 horas de auxilio psicopedagógico com 50 estudantes em atendimento individual. Por meio dos plantões e das oficinas psicopedagógicas conseguimos abranger mais de 150 estudantes dos Cursos na modalidade presencial e a distância.

Programa Integra traz aos estudantes a acessibilidade necessária para uma aprendizagem de qualidade e a equidade entre os pares que é garantido diante da Lei nº 13.146 de julho de 2015. Os estudantes que se identificam ou comprovam já no vestibular como uma pessoa com deficiência ou com um transtorno de aprendizagem já terão disponível a acessibilidade necessária para seu bom rendimento no vestibular e sendo aprovado, em todo curso de graduação da USF. Esse estudante terá direito: a realizar a avaliação em sala individual; acompanhamento de ledor/transcritor; tempo adicional de 25% nas avaliações. Além desses direitos, o estudante que necessita de tecnologias assistivas para seu bom desempenho também terá a garantia de sua utilização como: gravação de áudio das aulas; aulas legendadas para alunos; intérprete de Libras, Intérprete orofacial e assistente de alunos no acompanhamento de estudantes com necessidades educativas especiais. Durante esse ano de 2020 foram mais de 50 estudantes assistidos pelo Integra, 6000 horas de assistência direta aos estudantes com necessidades educativas especiais e duas oficinas de capacitação dos colaboradores da USF sobre deficiências.

Para a coordenadora do Núcleo, professora Cássia Bighetti, o Núcleo tem um papel fundamental na rotina do estudante na vida universitária e na garantia do bem-estar. “O NAEPE é um núcleo que tem possibilitado aos estudantes da USF uma grande oportunidade de atenção aos aspectos emocionais e educacionais de forma humanizada e com profissionais capacitados. Estamos com uma equipe formada por psicólogos, psicopedagogos, e assistentes de alunos que trabalham para o bem-estar do nosso estudante de forma integral. Nesse momento de pandemia, realizamos todas as nossas ações de forma remota abrangendo mais de 1000 estudantes em algum processo de assistência seja, psicológica, psicopedagógica ou de acessibilidade. É uma grande satisfação estar à frente do NAEPE que tem gerado tantos benefícios aos nossos estudantes principalmente no âmbito da saúde mental e o pertencimento ao meio acadêmico”, explicou a professora.

Fonte: USF

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam