Secretaria de Saúde orienta sobre cuidados a tomar mesmo após receber vacina contra Covid-19

A cada dia que passa, mais pessoas recebem a vacina contra a Covid-19 em Extrema e todo o país. A imunização, sem dúvida alguma, é um grande passo rumo à superação da pandemia. No entanto, em um cenário onde a grande maioria da população ainda não se vacinou, quais cuidados aqueles que foram imunizados antes devem continuar tomando? Em primeiro lugar, é necessário saber que a vida não volta ao normal após tomar as duas doses da vacina contra a Covid-19.

No sentido de orientar a população, a Secretaria de Saúde de Extrema reuniu informações que respondem às dúvidas mais comuns sobre o que muda após a vacinação – e o que não muda. Confira abaixo:

1. Ainda posso pegar Covid-19?

Cerca de 15 dias após ter tomado a segunda dose da vacina, seu sistema imunológico recebe um grande impulso para combater o vírus, mas você ainda tem chances de pegar a doença.

A CoronaVac e a Oxford/AstraZeneca – as duas vacinas que estão sendo aplicadas hoje no Brasil – reduzem o risco de ter Covid-19 para 30% a 50% de chance. Já o risco de desenvolver uma forma grave da doença com possibilidade de óbito continua sendo de até 20%. Já a Pfizer – que começará a chegar no país entre abril e maio, segundo expectativa do Governo Federal – reduz para 5% o risco de ter Covid-19, e a chance de desenvolver uma forma grave da doença para quase zero.

2. Estou protegido(a) das novas variantes?

A vacina, muito provavelmente, também irá aumentar sua proteção contra as novas variantes, apesar de não ser possível afirmar isso 100%. Empresas farmacêuticas estão trabalhando constantemente para aprimorar as vacinas e conter novas variantes que já surgiram e possam surgir.

3. Ainda posso transmitir o vírus?

Sim. No entanto, sua carga viral será menor, reduzindo o risco de transmissão para outras pessoas. Por esse motivo, o mais correto é que você continue a usar máscara e a manter o distanciamento social mesmo depois de vacinado, principalmente para a segurança de pessoas que ainda não foram vacinadas e/ou que pertencem a grupos de risco, como idosos, grávidas, hipertensos, diabéticos, obesos, crianças menores de dois anos, entre outros. Em ambientes fechados, mal ventilados e aglomerados, nem pensar.

Lembre-se: a pandemia ainda não passou. Continue a cuidar de você e de quem você ama.

Fonte: ASCOM – Prefeitura de Extrema

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam